• Boa Nova 1106

Curando... E Musicalidade do AMor...
O Livro dos Espíritos – Livro Segundo – O Mundo dos Espíritos

18 de janeiro de 2019


Psicofonía da médium Eliana dos Santos

Duração: 33min


O novo ano traz o orvalho do amanhecer... O perfume das manhãs... Ano em que a esperança nos anima a travessia. E na AMIC, Casa de Oração Fé e Amor, em Campinas, a palavra espiritual dessa data de 18 de janeiro traz a mensagem a partir da musicalidade do querido pianista e irmão de caminho Francisco Maugeri...

A preleção de número hum mil cento e seis com o título “Curando... E Musicalidade do AMor... (O Livro dos Espíritos – Livro Segundo – O Mundo dos Espíritos)” faz apontamentos sobre essa execução e a condição humana... Diz que Assim... assim... Como esta execução terna, suave, fraternal, exalando o perfume espiritual, assim nossa noite é coroada de delicadeza... As delicadezas próprias a quem ama. Quem ama torna-se naturalmente espontânea em seu toque! Esta execução musical nos dá visibilidade das fragrâncias da alma quando ama. Devagar e suavemente vamos encontrando aqueles a quem amamos no estado do amor purificado – assim verte de nossos gestos a execução desta peça magistral, aliás, partitura do infinito, partitura divina do infinito escrita nas nossas memórias ancestrais cósmicas e a encarnação é este instrumento, este órgão, este organismo através do qual executamos as notas sensíveis desta musicalidade do ser... A musicalidade do amor e do amar.

Um segundo tema tratado é o da enfermidade e o da cura... O Livro dos Espíritos é lembrado nessa preleção... Somos chamados ao estudo e reflexão, pois O segundo livro  de O Livro dos Espíritos traz de forma muito clara e definida as relações do mundo incorpóreo com o corpóreo proporcionando-nos variáveis que facilitam - ou variáveis facilitadoras da nossa ascese, do nosso crescimento na direção divina, do nosso contato com o nosso ser divino... E é ele que restaurará as premissas curativas do nosso ser.

Esclarece-nos o espírito comunicante que as enfermidades têm uma causa comum: as distâncias de nós para nós mesmos... Viver rastejando quando podemos voar causará deformidades em nosso organismo; causará as chamadas ‘diversas enfermidades’. Nós precisamos, sim, rastejar, mas rastejar como quem sobrevoa... Entre a lagarta e a borboleta este salto no humano pode ser feito enquanto caminhamos pela terra. Ou perdemos a sensação da leveza incorpórea... 

Deixamos o convite: vamos olhar para essa realidade!

Cárita Editora convida você, querida alma dessa Rede de Audição, a mais um momento de crescimento interior.

Grande abraço, e gratidão a Deus por sua presença em nosso espaço de comunicação e crescimento do “Ide e Pregai”! 


Ouve a apresentação da mensagem espiritual:


Ouve os primeiros 5 minutos da mensagem espiritual:

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
    Ruim           Bom

Boa Nova 1106

  • Modelo: BN1106
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$12,50