• Boa Nova 1049

O Advento da criança Divina: Esperança!
(o pranto da criança compassiva)

16 de dezembro de 2017


Mensagem espiritual pelo espírito Tupi Cação como preposto de Eurípedes Barsanulfo 

Psicofonía da médium Eliana dos Santos

Duração: 38min



Estamos na terceira semana de dezembro, e a espiritualidade nos desvela a força desse reduto pouco experimentado pela alma: o reduto da esperança. Ela inclue espera e uma certa administração calma dos conflitos, lutas humanas... Como estamos mergulhados em um reduto de imediatismo e incertezas, nos perdemos dessa força... E a esperança não caminha conosco como irmã da “irmã dor”!

A preleção de número 1048 que antecede essa voz da terceira semana já nos apontou esse déficit em nossos registros emocionais... como espíritos temos pouco acervo nessa experiencia mais espiritualizada. A Esperança é um dado espiritual, pois ela diz da Fé Naquele que trará soluções que a vida no plano material não trouxe. A Esperança nos coloca frente a esse universo sublime e maior: o universo Divino!

A Cárita editora entrega a essa terna Rede de Audição mais esse acervo celeste sobre o advento da criança divina em nosso caminho evolutivo. Chama nossa atenção para o olhar da Criança divina sobre nos... a nos olhar... E a espiritualidade nos diz que neste instante o Menino Divino, a criança eterna nos olha, simbolicamente, metaforicamente, nos olha. Um oceano de mensagens, de signos e símbolos estão nesse olhar. Ele vem trazer o futuro, ele é o futuro no presente, não passou e não passará, jamais, é o nosso sonho realizado, é a nossa utopia tornada carne - é o verbo que se tornou carne, ei-lo, o nosso verbo que se tornou carne, eis-nos, eis a cada um de nós também adventos, também em nossas manjedouras, também.

Assim somos convocados a examinar nossa Manjedoura. A sermos gratos a ela e a rever no período Natalino esse chamamento maior que se chama Esperança. A comunicação de numero hum mil e quarenta e Nove nos diz ainda que é preciso ver a importância dessa virtude. Sim, Paulo afirma das três virtudes a fé, esperança, a caridade, e a caridade por excelência ele a afirma ‘por excelência’, mas como poderei ter caridade sem esperança? A caridade é a forma da concretização da esperança. E então meus olhos se tornam pios, misericordiosos e sábios, passa a tocar novas regiões, e retiram o ser da sua miserabilidade moral, espiritual e o coloca alado, pronto para voar, alto, cada vez mais alto, passos altos. É a senhora esperança que tem este poder.

Cárita com seu abraço natalino se despede...

Desejando a todos um tempo em que a ESPERANÇA seja sua companheira, irmã na dor e obstáculos ou sofrimentos!

Paz, em nome do menino divino nascente em nosso espírito! E que nosso pranto seja como o da criança descrita nessa mensagem psicofônica, o pranto pio e misericordioso por aqueles que não tem esperança... e por não te-la, fazem sofrer, pois não sabem sofrer...Diz o Mensageiro Celeste: o espírito que estava ali agregado era velho e antigo, e respondeu quando lhe indagamos: 
–Por que choras?
–Eu choro de tanta compaixão.
–Compaixão? Lhe perghuntamos.
E ela confirmou:  
–Sim, por aqueles que ainda não viram a esperança, tenho compaixão dos que se esqueceram dessa força, dos que estão envolvidos em lutas profundas e duelos inúteis

Que esse encontro nessa data Natalina seja de aprendizagem da Esperança!

Também, fechando essa breve palavra de abertura notificamos que a voz mensageira nessa preleção foi a do Instrutor Espiritual que veio como preposto de Eurípedes Barsanulfo nessa data, o seu companheiro constante quando viveu na Sacramento, MG, no socorro aos espíritos em sofrimento: Tupi Cação! Tivemos a honra de sua palavra nesse encontro... Uma fala toda entrecortada da emoção e do pranto de alegria pelo trabalho realizado!


Ouve a apresentação da mensagem espiritual:

Ouve os primeiros 5 minutos da mensagem espiritual:

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
    Ruim           Bom

Boa Nova 1049

  • Modelo: BN1049
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$12,50